REFLEXÃO SEMANAL 

11.12.2020

CRIANÇA PRECISA SER  CRIANÇA


Criança precisa ser criança sempre, não cobre de seus filhos a  responsabilidade que não é dele. Criança que  é constantemente criticada, debochada, fica tímida e confusa, surgindo a dificuldades de dizer não e fica suscetível a sugestões e opiniões alheias. E a internaliza esse aprendizado, que ao conviver com os amiguinhos, pode apresentar atitudes impróprias, demonstrando em algumas situações um comportamento passivo, como chorar, se esconder ou um comportamento de agressividade, repetindo situação vivenciada. Muitas vezes, a resposta diante de uma critica, surtira em uma resposta ou um comportamento hostil. 

Criança que não se sente compreendida e ouvida, será surdo para os outros quando crescer, não se sentira segura para expor suas ideias e julgamentos. Quando uma criança é enganada, ele aprende a mentir cedo, por que na infância ela precisa ter valores e verdades. Se uma criança é estigmatizada, aprende a se sentir culpado. O estigma inicia em casa, primeira instituição social em que a criança está inserida, é necessário quebrar este círculo vicioso, porque uma criança apoiada aprende a se proteger.


Uma criança rodeada de amor, aprende a ser confiante e amar. Ao ser rodeada de honestidade, ele aprende a ser verdadeira e justa. Ela só pode aprender confiança em segurança e com ambiente acolhedor.


O desenvolvimento da empatia e segurança na criança, inicia-se por meio do vínculo parental, pais afetivos e amorosos geram filhos seguros e empáticos. Brincar também é um ato de amor parental.


A essência da criança está em todos nós e não é só uma imagem visual. É muito importante ter em mente que as crianças, rodeadas de amor, aprendem a amar e dar amor. E nessa jornada: a responsabilidade será plena e determinada, segundo o exemplo do adulto que a conduziu, possuirá  na sua essência, uma personalidade verdadeira e amorosa, que não será transformada.

Cristina Nahun - Psicóloga
Silvia Adolfo - Assistente Social