Empatia

EMPATIA

Palavra de origem grega, significa ter a habilidade de entender a necessidade do outro. É sentir o mesmo que o outro está sentindo, colocando-se no lugar do outro, é ver o mundo pelo seu olhar.Ter sensibilidade ao ouvir alguém na sua essência e entender os seus sentimentos, atitudes e alegrias, aplaudir suas vitórias e sucesso, presenciar suas inseguranças e medos e se solidarizar.

A empatia é um sentimento, uma qualidade humana, é a capacidade que um indivíduo tem de vivenciar a dor e a alegria de outra pessoa. Contudo, não são todos que conseguem agir e desenvolver a empatia. Desenvolver empatia demanda inteligência emocional e psicológica. Nem todos possuem uma grande inteligência emocional para lidar com situações onde a empatia se faz necessária, mas é algo a ser desenvolvido. Pode ser que isso leve tempo e exija um esforço maior daquele que está em busca deste desenvolvimento. Com o tempo e com algumas técnicas, a empatia consegue ser desenvolvida e fixada no interior de uma pessoa.

Esteja disposto a ouvir na essência o que aflige a outra pessoa. Quando ouvimos o outro, damos abertura para que ele nos mostre o seu mundo e sua realidade, fazendo deste um lugar seguro para o outro. Tente não julgar e ser preconceituoso. Sempre busque olhar para a situação com o olhar do outro. Não faça comparações, quando comparamos estamos menosprezando a situação do outro, seja gentil e sincero para que o ele se sinta amparado.

É importante ter em mente, que o que vale neste processo é a busca e o interesse pela evolução pessoal, sentir empatia por outra pessoa é um sinal de que você está crescendo, já que ao enxergar as necessidades e os sentimentos do outro, abrimos nossa mente e o nosso coração para o mundo à nossa volta e caminhamos em direção a um desenvolvimento maior e mais completo.

Acolher o outro, com empatia, pode trazer sensação de bem-estar a você, assim como a quem está sendo acolhido.

 

Cristina Nahum Psicóloga

Silvia Adolfo Assistente Social